Ciro diz que polarização entre Lula e Bolsonaro é loucura coletiva e propõe ida para o futuro

Ciro participou de ato em Curitiba.

Em ato em Curitiba-PR neste sábado, dia 07/05, o pré-candidato à presidência da República Ciro Gomes classificou a polarização entre Lula e Bolsonaro como uma “loucura coletiva” que se não for superada liquidará o Brasil.

O pedetista afirmou que a eleição de Lula representaria uma volta ao passado e que é preciso olhar para frente.

“É simples: ou volta para o passado, ou fica como está, ou vamos para o futuro. E eu quero propor uma ida para o futuro”.

Ciro Gomes

Ciro fez duras críticas a Lula e aos governos petistas e afirmou que o ex-presidente está com uma característica nova: falar besteira por tonelada. Uma das alfinetadas se deu em relação ao posicionamento do petista sobre o aborto. “Ele disse que todo mundo deveria ter direito ao aborto. Como assim, cara pálida, não foi presidente do Brasil duas vezes? Por que não fez nada com essa tragédia? E aí vem [falar], levianamente, numa situação polêmica, constrangedora, difícil no mundo inteiro, mas que no Brasil devolve 4 pontos [nas pesquisas] dos católicos para o Bolsonaro”.

O pré-candidato também teceu críticas à aliança entre Lula e Alckmin e indicou que a composição é prenúncio de um golpe. ” Se o Lula se eleger (e não vai acontecer) e chegar cheio de ódio, imaginando que vai repetir aquele momento de picanha e cerveja – que nunca aconteceu e com o qual ele mente para população com a memória afetiva -, e não funcionar, a elite vai derrubar o Lula. O homem da elite é o Alckmin. Aí vem chamar de golpe, como aconteceu com a Dilma. Com quem o Lula está agarrado hoje? Temos que ter um pouco de compostura e vergonha na cara”.

Pesquisas eleitorais

Sobre as pesquisas eleitorais que o colocam em terceiro lugar na disputa, na casa dos 8% dos votos, Ciro disse que olha o cenário com tranquilidade. “A polarização provoca um cenário em que é preciso votar em um para negar o outro. Precisamos ter paciência e entender que a eleição majoritária tem que ter certa naturalidade. No Brasil, e só no Brasil, tem 10 pesquisas todos os meses financiadas pelo sistema financeiro. É algo para a gente refletir. O sistema financeiro quer confinar o debate ao redor de candidatos que têm o compromisso de manter o sistema econômico onde eles reinam”.

Economia

Na avaliação de Ciro, a estagnação econômica brasileira tem como complicadores o endividamento das famílias, os juros altos e o baixo poder de consumo. “É a primeira vez numa década inteira que o Brasil não cresce nada. O principal motor da atividade econômica é o consumo das famílias. Se as famílias expandem o consumo, o comércio vende mais, contrata mais gente, encomenda mais da indústria, que também contrata mais gente, e a traquitana da economia gira positivamente”.

De acordo com o pré-candidato, a extensão da crise brasileira mostra que o problema é o modelo econômico e político “que vem do FHC, do Lula e que Bolsonaro está agravando”.

“Isso pede novo modelo econômico e de governança política. A governança política é a mesma em que a corrupção e a fisiologia tomaram centralidade”.

No âmbito econômico, a solução, de acordo com Ciro, é investir em crédito. “Emprego e renda vêm depois que o país cresce. Onde eu posso e devo fazer uma política pública? No crédito, pois 78% das famílias brasileiras estão no limite histórico recordista de endividamento. A política do governo transformou o brasileiro em mau pagador, num desesperado”.

Ciro propõe um leilão reverso das dívidas dos brasileiros, com atuação do Banco do Brasil e da Caixa Econômica.

“Pega o Banco do Brasil e a Caixa Econômica e faz um leilão reverso promovido pelo governo, trocando os juros de 350% do crédito pessoal dos bancos privados por juros de 15%, o que daria muito lucro para o Banco do Brasil e Caixa e permitiria ao povo brasileiro retomar seu crédito. Isso em casamento com um programa de educação financeira”.

O pré-candidato ainda criticou o endividamento de jovens provado pelo FIES, o que classificou como um típico lulopetismo. “São 2 milhões de garotos endividados. É típico do lulopetismo: pega R$ 43 milhões dos cofres públicos, bota no bolso do empresário da educação privada e no caminho deixa a garotada, que está começando a vida, endividada”.

Ciro também atacou Lula por, no entender dele, não assumir compromissos na área econômica. “Eu tenho proposta inteira escrita e o Lula vai para a televisão e diz que o povo tem que votar nele para ele dizer depois que for eleito o que vai fazer com a economia. É o populismo mais rasteiro e demagógico, que é a apologia da ignorância. Eleição é espécie de contrato, em que eu anuncio o que eu vou fazer e as pessoas concordam com isso e têm um documento para cobrar depois”.

Rompimento com Lula

De aliado a um ferrenho crítico do PT e de Lula, Ciro falou sobre os motivos que o levaram ao rompimento com Lula e disse que não tem mágoas. 

“No Ceara, o Lula é querido e nós sempre o apoiamos no segundo turno. Apenas assisti de perto como ele se corrompe, e me afasto. E já faz tempo, não é de agora. Houve o famoso episódio em que meu irmão, quando ministro da Educação, denunciou o Eduardo Cunha, e o PT ficou com o Eduardo Cunha, e o meu irmão se demitiu. É coisa antiga. Não tenho mágoa de nada. Na política não cabem esses sentimentos. É preciso agir com racionalidade e equilíbrio”.

Apoio

O deputado federal Gustavo Fruet, presente no evento, afirmou que a polarização entre Lula e Bolsonaro apresenta um risco para a democracia brasileira e que Ciro Gomes é a solução para que o pais tenha equilíbrio.

“Não podemos titubear e não se serve a dois senhores. Temos que ter o Ciro para ir para o segundo turno, pois é o único que tem projeto de desenvolvimento para o brasil. É fundamental todos nós mostrarmos o que representa o Ciro para a economia brasileira, para o equilíbrio da sociedade e, principalmente, para uma doença que o Brasil nunca viveu e que nos leva a questionar o risco de um golpe e o risco da democracia: é o ódio em razão de uma polarização que não constrói e só atrapalha a sociedade brasileira”.

Autor: Reverbero

Jornalista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.