Ciro Gomes lança nova versão do “Eu vou tirar seu nome do SPC” e propõe leilão reverso das dívidas

Ciro Gomes lança nova versão do “Eu vou tirar você do SPC”

“Eu vou tirar você do SPC”. Quem não lembra do mantra de Ciro Gomes em 2018? Assim como na eleição passada, a inadimplência está novamente no centro do programa de governo do pré-candidato, que agora propõe um leilão reverso das dívidas dos brasileiros no qual atuariam o Banco do Brasil e a Caixa.

Em Curitiba, neste sábado, ele disse que a estagnação econômica brasileira tem como causas o endividamento das famílias, os juros altos e o baixo poder de consumo.

“É a primeira vez numa década inteira que o Brasil não cresce nada. O principal motor da atividade econômica é o consumo das famílias. Se as famílias expandem o consumo, o comércio vende mais, contrata mais gente, encomenda mais da indústria, que também contrata mais gente, e a traquitana da economia gira positivamente”.

No âmbito econômico, a solução, de acordo com Ciro, é investir em crédito. “Emprego e renda vêm depois que o país cresce. Onde eu posso e devo fazer uma política pública? No crédito, pois 78% das famílias brasileiras estão no limite histórico recordista de endividamento. A política do governo transformou o brasileiro em mau pagador, num desesperado”.

Ciro propõe um leilão reverso das dívidas dos brasileiros, com atuação do Banco do Brasil e da Caixa Econômica.

“Pega o Banco do Brasil e a Caixa Econômica e faz um leilão reverso promovido pelo governo, trocando os juros de 350% do crédito pessoal dos bancos privados por juros de 15%, o que daria muito lucro para o Banco do Brasil e Caixa e permitiria ao povo brasileiro retomar seu crédito. Isso em casamento com um programa de educação financeira”

De acordo com o pré-candidato, a extensão da crise brasileira mostra que o problema é o modelo econômico e político “que vem do FHC, do Lula e que Bolsonaro está agravando”.

“Isso pede novo modelo econômico e de governança política. A governança política é a mesma em que a corrupção e a fisiologia tomaram centralidade”.

.O pré-candidato ainda criticou o endividamento de jovens provado pelo FIES, o que classificou como um típico lulopetismo. “São 2 milhões de garotos endividados. É típico do lulopetismo: pega R$ 43 milhões dos cofres públicos, bota no bolso do empresário da educação privada e no caminho deixa a garota, que está começando a vida, endividada”.

Ciro também atacou Lula por, no entender dele, não assumir compromissos na área econômica. “Eu tenho proposta inteira escrita e o Lula vai para a televisão e diz que o povo tem que votar nele para ele dizer depois que for eleito o que vai fazer com a economia. É o populismo mais rasteiro e demagógico, que é a apologia da ignorância. Eleição é espécie de contrato, em que eu anuncio o que eu vou fazer e as pessoas concordam com isso e têm um documento para cobrar depois”.

Confira a matéria completa sobre a passagem de Ciro por Curitiba.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.